A Continuidade de um sonho

quarta-feira, Setembro 27, 2017

Walteir Resende de Souza se foi muito jovem em fevereiro de 2015, alguns meses antes de completar 43 anos de idade. A partir de então, Goretti, junto com os filhos Manoel Guimarães, de 21 anos, e Pedro Henrique, de 14, está à frente da fazenda planalto, no município de Mineiros (GO), aonde chegou há 32 anos atrás. A cidade localizada no sudoeste do estado de Goiás, fica em uma das regiões mais altas do Brasil e é conhecida como um dos grandes divisores de água da América do Sul.

 

As dificuldades do dia a dia, no que diz respeito ao conhecimento do trato com a terra, ás plantações e ao gado, não assustam a família, porque além de experiência acompanhando o trabalho do marido, tem o filho mais velho se formando em agronomia. “Também contamos com a ajuda de excelentes funcionários”, faz questão de acentuar ela, que é funcionário pública e agropecuarista.  Foi em 2012 que Walteir começou a plantar soja na safra e, dois anos depois, o milho safrinha, Antes de enveredar pela lavoura, a família era pecuarista, trabalhando com cria, engorda e leite. A área para trabalhar atualmente chega a 250 hectares no total, sendo que 200 ficam para o plantio e o restante para pastagens, pois mantém a cria de gado Nelore.

 

No ano passado, Maria Goretti, que é natural de Jataí, cidade que se costuma dizer que está no coração de Goiás, resolveu antecipar os planos do esposo, realizando a compra do primeiro John Deere no concessionário Real Máquinas, um trator modelo 6165J, e uma plantadeira de 13 linhas para formar o conjunto. O próprio Walteir realizava a manutenção dos equipamentos, e como ninguém tinha a experiência dele para cuidar dessa tarefa, o jeito foi adquirir logo a nova máquina. 

“Quando resolvemos comprar esse conjunto, procuramos o melhor. De imediato pensamos em John Deere”, revela. “Estamos muito satisfeitos com o trator e a plantadeira, pois esse conjunto superou amplamente as nossas expectativas, tanto é que pretendemos aumentar a área de plantio, um dos sonhos do meu esposo era investir na lavoura e queremos dar continuidade a isso. ”

 

Quando fala de Walteir, Maria Goretti ressalta todas as suas qualidades: ” Ele sempre trabalhou muito, era inteligente e esforçado, um marido bom e um pai dedicado. Deixou uma imensa saudade”. Nesses dois anos e meio sem ele, a família ainda está tentando superar a dor e o vazio que deixou, mas vai tocando a vida e transformando o sonho do esposo em realidade. A Real máquinas parabeniza Maria Goretti e seus filhos, pela determinação e força de vontade em continuar os negócios da família.

 

      



Share